_F2A5671_2020112194458454_20201121095358

CR7 marca dois contra o Cagliari

SHARE
CR7 marca dois contra o Cagliari
CR7 marca dois contra o Cagliari
CR7 marca dois contra o Cagliari

Cristiano Ronaldo marcou duas vezes e garantiu o 2 a 0 da Juve sobre Cagliari em uma exibição convincente após a boa atuação frente à Lazio, antes da pausa para os jogos das seleções. 

Os Bianconeri jogaram com determinação e velocidade desde o início, e os gols de Ronaldo, em um intervalo de cinco minutos, deram uma vantagem antes do intervalo.

JUVE COMEÇA FORTE

Apesar de mover a bola de forma rápida e inteligente, a equipe de Andrea Pirlo lutou para encontrar uma maneira de superar a formação 5-4-1 do Cagliari, já que os adversários se portaram firme na defesa. Os Bianconeri conseguiram balançar as redes dos visitantes aos 10 minutos de jogo: Federico Bernardeschi finalizou forte após passe de Álvaro Morata, mas o espanhol estava em posição irregular antes de dar a assistência. 

A Juve continuou a pressionar, com Adrien Rabiot, Bernardeschi e Ronaldo finalizando, com o Cagliari em seu meio-campo. A alta pressão dos Bianconeri estava funcionando muito bem, e as chances continuavam aparecendo: Dejan Kuluveski teve uma grande oportunidade, mas a bola passou ao lado da trave. O chute rasteiro de Bernardeschi na entrada da área, por outro lado, parou em Alessio Cragno.

CR7 MARCA DOIS

Toda a pressão iria surtir efeito mais cedo ou mais tarde e isso aconteceu aos 38 minutos. Ronaldo recebeu de Morata pela esquerda, limpou dois defensores e finalizou no canto para abrir o placar merecidamente. 

A Juve queria mais, e Ronaldo, em particular, parecia ansioso pelo segundo. Apenas um minuto depois de trocar passes com Kulusevski - em que chute saiu ao lado -, o português estava no lugar certo na hora certa: após escanteio, Merih Demiral deu um toque e o artilheiro pegou um chute bonito para colocar o 2 a 0 antes do intervalo.

DEMIRAL ACERTA A TRAVE

O Cagliari precisava de ânimo, e a entrada de Ruccardo Sottil no intervalo rendeu um pouco mais de entusiasmo. 

 Foi a Juve, no entanto, que quase fez o terceiro: Demiral subiu para completar o escanteio de Juan Cuadrado, mas a cabeçada foi no poste. 

 Pouco depois, Bernardeschi completou o cruzamento de Kulusevski nas mãos de Cragno.

JUVE NO CONTROLE

Os Bianconeri passaram a ter o controle total da partida, esperando pelo Cagliari para buscar os contra-ataques. 

Parecia apenas uma questão de tempo até que o terceiro saísse, mas a falta de precisão nas finalizações ficou a desejar. Bernardeschi fez jogada pela esquerda e tocou para Morata, mas a finalização foi por cima. 

Pirlo, então, fez uma série de mudanças no fim - trazendo Weston McKennie e Paulo Dybala, depois Rodrigo Bentancur, Federico Chiesa e Alex Sandro. 

Não houve o terceiro gol, mas a Juve terminou o jogo com controle total das ações ofensivas. A camisa de Gianluigi Buffon nem ficou suja após o apito final – sinal de uma exibição impecável da Velha Senhora.

Itens relacionados