MonzaJuve match report

CRÔNICA DO JOGO | JUVE É DERROTADA PELO MONZA

SHARE
CRÔNICA DO JOGO | JUVE É DERROTADA PELO MONZA
CRÔNICA DO JOGO | JUVE É DERROTADA PELO MONZA
CRÔNICA DO JOGO | JUVE É DERROTADA PELO MONZA

Foi o duelo entre uma das equipes invictas na competição e uma que ainda não havia vencido, mas a Juventus desperdiçou a chance de entrar na pausa internacional de maneira positiva. Reduzidos a dez jogadores após o cartão vermelho de Ángel Di María, aos 40 minutos, os bianconeri ficaram em desvantagem no marcador a 15 minutos do fim. Apesar de uma boa chance para Moise Kean marcar já nos fim do confronto, a defesa do Monza levou poucos sustos durante a partida, que terminou com a primeira derrota da Juve no campeonato.

UM HOMEM A MENOS

Federico Gatti fez sua segunda partida na defesa, enquanto Ángel Di María voltou ao time titular. E a Juventus quase iniciou o jogo novamente com o pé direito, quando, logo no primeiro minuto, o argentino se viu numa situação semelhante à que levou a Juve a marcar o primeiro gol de sua campanha, na primeira rodada. Vlahović viu a bola chegar aos pés de El Fideo, que desta vez não conseguiu finalizar.

Di María foi mais uma vez o centro das atenções no final da primeira etapa. Sem nenhuma das equipes a levar muito perigo, o argentino deu uma cotovelada em Armando Izzo na intermediária, e o árbitro aplicou o cartão vermelho direto.

TRÁS NO PLACAR

Em uma intensa troca de golpes após a volta do intervalo, os dois times tiveram oportunidades de marcar. A primeira delas foi com Dany Mota, centroavante dos anfitriões, que bateu ao lado do gol. Do outro lado do campo, Weston McKennie cruzou para Fabio Miretti, que pegou de primeira, mas o zagueiro Carlos Augusto bloqueou o chute.

Substituto de Mota, Christian Gytkjaer teve a terceira boa chance da etapa final, mas cabeceou por cima. O dinamarquês teria melhor sorte, no entanto, aos 74 minutos, ao finalizar com oportunismo cruzamento que havia sido desviado por Danilo para abrir o placar.

O mais próximo que a Juventus chegou do empate foi com um cabeceio da entrada da pequena área de Moise Kean, defendido com segurança por Michele De Gregorio.

Assim, chega ao fim o início invicto da Juve no campeonato. Já o Monza comemora sua primeira vitória na elite nacional.

MONZA 1-0 JUVENTUS

Gol: 74' Gytkjaer

Monza: Di Gregorio; Marlon (54' Caldirola), Marì, Izzo; Ciurria, Rovella, Sensi (54' Barberis), Carlos Augusto (85' Birindelli); Pessina, Dany Mota (54' Gytkjaer), Caprari (69' Colpani).

Reservas não utilizados: Cragno, Sorrentino, Machin, Valoti, Ranocchia F., Antov, Marrone, Bondo, Carboni, Molina.

Treinador: Palladino.

Juventus: Perin; De Sciglio (86' Soulé), Bremer, Gatti, Danilo; McKennie, Miretti (86' Fagioli), Paredes, Kostić (78' Kean); Di Maria, Vlahović.

Reservas não utilizados: Szczęsny, Pinsoglio, Bonucci, Rugani, Barbieri, Barrenechea, Iling-Junior.

Treinador: Landucci (Assistant).

Árbitro: Maresca.

Assistentes: Prenna, De Meo.

Quarto árbitro: Massimi.

VAR: Fabbri, Costanzo.

Cartões amarelos: 22' Bremer (J), 89' Ciurria (M), 91' Caldirola (M).

Cartão vermelho: 40' Di Maria (J).

Itens relacionados