_J029131

Entrevistas após a virada no Olimpico

SHARE
Entrevistas após a virada no Olimpico
Entrevistas após a virada no Olimpico
Entrevistas após a virada no Olimpico

No final de uma partida louca e uma virada contra a Roma, Marco Landucci, Mattia De Sciglio e Wojciech Szczesny refletiram sobre o resultado que dá à Juve mais do que apenas três pontos.

Marco Landucci

“Precisávamos de uma vitória assim. Estou muito feliz por todos os rapazes porque mostramos um caráter tremendo. Dissemos que precisávamos jogar com garra, mas uma coisa é dizer e outra é realmente faz.

Crescemos no jogo depois do gol de [Manuel] Locatelli, mas não começámos da melhor forma - fomos muito tímidos. Também não começámos a segunda etapa bem e acabámos por sofrer dois gols em questão de minutos.

Não foi fácil recuperar, mas o gol de Locatelli nos deu ânimo e depois pegamos o entusiasmo para conseguir mais dois.

Os jogadores que saíram do banco foram de grande ajuda. Eles vieram com o espírito certo e foram um dos grandes pontos positivos na última meia hora. O [Alvaro] Morata fez a grande diferença pela qualidade e capacidade de encarar os adversários.

Voltamos para casa muito felizes.”

Mattia De Sciglio

“Vencemos uma partida incrível - absolutamente louca. Estou muito contente com o meu gol, especialmente porque provou ser o da vitória, graças à defesa de Szczesny ni pênalti.

Foi uma vitória de equipe: sempre estivemos unidos e mostramos isso hoje. Quando estávamos em dificuldades, mostramos nosso caráter, mas a maneira como jogamos depois do gol de Locatelli é a que deveríamos ter jogado desde o início. Fomos pobres no início das duas etapas e tivemos de correr atrás o jogo inteiro.

Esta vitória é um grande impulso para nós para o resto da temporada - começando pelo próximo jogo, quando estaremos disputando o primeiro troféu da temporada.

Sabemos que não vai ser fácil contra a Inter, mas queremos ganhar a Supercopa e, mesmo sentindo falta de alguns jogadores, tenho certeza de que vamos lá totalmente determinados”.

Wojciech Szczesny

“Foi uma sensação incrível defender um pênalti em uma fase tão crucial do jogo. No entanto, acho que foi mais sorte do que habilidade, porque me movi cedo e fiquei desequilibrado quando [Lorenzo] Pellegrini chutou, mas consegui adivinhar o canto certo.

Temos que aproveitar essa vitória agora. Somos a Juventus e devemos lutar para ser a melhor equipe da Itália.

Vencemos um jogo complicado porque a Roma mostrou que é uma grande equipe. Eles nos causaram problemas em lances de bola parada com sua força física, mas nossa resposta foi excelente - certamente o ponto alto da noite.”

Itens relacionados