Match Juventus-Inter 11 Maggio 2022

INTER FICA COM A COPPA ITALIA

SHARE
INTER FICA COM A COPPA ITALIA
INTER FICA COM A COPPA ITALIA
INTER FICA COM A COPPA ITALIA

A Juventus conseguiu uma virada na final da Coppa Italia com dois gols logo no início do segundo tempo contra a Inter. No entanto, um pênalti convertido a 10 minutos do fim levou a partida para a prorrogação. Nos 30 minutos extras, a Inter marcou duas vezes, novamente de pênalti, para fazer o 4x2. Uma partida espetacular entreteve torcedores de todo o mundo, mas deixou os Bianconeri de mãos vazias.

CRESCENDO NO PRIMEIRO TEMPO

A 75ª final da Coppa Italia voltou ao cenário familiar do Estádio Olímpico de Roma, com Juventus e Inter se enfrentando na decisão pela terceira vez na história. O Derby d'Italia já era o jogo mais disputado do torneio, com 33 duelos, e com as equipes se enfrentando pela quarta vez nesta temporada.

Uma surpresa inicial parecia improvável, mas foi exatamente o que aconteceu. Nicolò Barella teve muito espaço para cortar da esquerda e vencer Mattia Perin. O relógio tinha acabado de marcar no sétimo minuto, e a Juve já estava atrás no placar. Ao perder um gol, no entanto, a Velha Senhora pressionou mais alto no campo, e foi ao ganhar as segundas bolas que os Bianconeri começaram a criar chances.

Aos 23 minutos, Dybala disparou um chute rasteiro, que Samir Handanovic desviou em direção ao poste. Um minuto depois, Vlahovic recebeu com espaço dentro da área e disparou no canto superior, mas o goleiro desviou para escanteio. A Juventus continuou a pressionar e recuperar a posse de bola. Federico Bernardeschi partiu em direção ao gol, mas seu chute foi desviado em Marcelo Brozovic.

O escanteio desse lance quase terminou em gol de Matthijs de Ligt, mas a cabeçada do holandês parou em Handanovic. Antes do intervalo, Danilo saiu mancando, substituído por Álvaro Morata, que daria uma importante contribuição após o intervalo.

JUVE VIRA O JOGO

A Juventus manteve o ritmo no início do segundo tempo. Dominando a posse de bola, eles empurraram a Inter para seu próprio campo, e a pressão valeu a pena aos 50 minutos. Alex Sandro finalizou forte, Morata tentou o toque, mas a bola bateu Handanovic e foi para o fundo das redes. A partida estava empatada.

Dois minutos depois, a Juventus ficou na frente. Bernardeschi avançou no contra-ataque e passou para Dybala. O argentino deu bolão para Vlahovic invadir a área e finalizar duas vezes para vencer Handanovic e virar o placar. Aí então, Allegri colocou Leonardo Bonucci e Manuel Locatelli, com a equipe mudando a formação para três zagueiros.

TUDO IGUAL

Bonucci participou diretamente de dois lances importantes nas duas extremidades do campo. Primeiro, ele estava a centímetros de acertar uma cabeçada para marcar o terceiro. Em seguida, dentro de sua própria área, ele e De Ligt emaranharam as pernas de Lautaro Martinez. Após consulta ao VAR, o árbitro confirmou o pênalti, que Hakan Calhanoglu cobrou no canto superior, fora do alcance de Perin. Com tudo empatado faltando 10 minutos para o final, e sem que nenhum dos times se arriscasse, a partida foi para a prorrogação, assim como na Supercopa da Itália.

PRORROGAÇÃO DECISIVA

Sete minutos de prorrogação, outro pênalti, novamente a favor do Inter. De Ligt se chocou com Stefan De Vrij na área e, embora o árbitro tenha ignorado o lance inicialmente, ele foi chamado pelo VAR e concedeu um segundo pênalti à Inter. Ivan Perisic mandou Perin para o lado errado. A partida terminou três minutos depois, quando o croata acertou um chute da entrada da área. Embora Massimiliano Allegri tenha sido expulso quando os ânimos esquentaram, a Juventus não conseguiu encontrar um caminho de volta, e o troféu conquistado em maio passado, em Reggio Emilia, foi perdido 12 meses depois em Roma.

JUVENTUS 2 x 4 INTER

GOLS: 7' Barella (I), 50' Alex Sandro (J), 52' Vlahovic (J), 80' Calhanoglu (I), 99' & 102' Perisic (I)

JUVENTUS

Perin; Danilo (42' Morata), de Ligt, Chiellini (84' Arthur), Alex Sandro (90' Pellegrini); Zakaria 67' Locatelli), Rabiot; Cuadrado, Dybala (100' Kean), Bernardeschi (67' Bonucci); Vlahovic.

Reservas: Szczęsny, Pinsoglio, Rugani, Aké, Nicolussi, Miretti.

Treinador: Allegri.

INTER

Handanovic; D'Ambrosio (63' Dimarco, 116' Bastoni), De Vrij, Skriniar; Darmian (63' Dumfries), Barella, Brozovic, Calhanoglu (90'+1 Vidal), Perisic; Dzeko (63' Correa), Martinez (90'+1 Sanchez).

Reservas: Cordaz, Radu, Gagliardini, Ranocchia, Gosens, Caicedo.

Treinador: Inzaghi.

Itens relacionados