Match Genoa-Juventus 06 Maggio 2022

JUVE É DERROTADA PELO GENOA

SHARE
JUVE É DERROTADA PELO GENOA
JUVE É DERROTADA PELO GENOA
JUVE É DERROTADA PELO GENOA

O placar foi aberto após um primeiro tempo sem gols, logo aos três minutos do segundo tempo, por intermédio de Paulo Dybala. Na sequência ele ainda acertou a trave e a Juventus desperdiçou suas chances de dobrar a vantagem, o que permitiu que o Genoa empatasse com menos de cinco minutos pra o fim do jogo. Aos seis minutos dos acréscimos, a Juventus foi derrotada com pênalti convertido por Domenico Criscito.

DE JEITO NENHUM

Na atmosfera incandescente do Estádio Luigi Ferraris, Fabio Miretti teve uma segunda titularidade consecutiva. O jovem de 18 anos foi acompanhado no meio-campo por Arthur. Apenas Leonardo Bonucci e Dusan Vlahovic mantiveram seus lugares na defesa e no ataque, respectivamente, já que Massimiliano Allegri usou toda a profundidade de sua equipe para rodar o elenco e a escalação neste jogo da 36ª rodada. Um desses jogadores relacionados, Moise Kean teve uma gloriosa oportunidade de abrir o placar com apenas cinco minutos. Paulo Dybala acertou um cruzamento que Kean atacou dentro da pequena área, mas sua cabeçada voou por cima do travessão. E enquanto os bianconeri mantiveram a bola em movimento, terminando o primeiro tempo com 60% de posse de bola, eles não conseguiram encontrar o caminho da defesa dos anfitriões. Nos cinco minutos finais do primeiro tempo, os dois goleiros foram chamados para a ação. Primeiro Dybala buscou o ângulo na entrada da área, mas sua finalização foi controlada por Salvatore Sirigu. Do outro lado, Manolo Portanova também chutou de longe e Wojciech Szczęsny defendeu.

VANTAGEM E CHANCES PERDIDAS

Três minutos após o reinício, a Juventus saiu na frente. Kean fez o trabalho pelo lado, encontrando Dybala que mandou sem chances para o goleiro. 20 minutos depois, a Juventus sentiu que o momento era propício para dobrar a vantagem. Dybala acertou outro chute de uma distância semelhante, mas desta vez acertou a trave. Na sequência, a finalização de Kean forçou uma defesa espetacular de Sirigu com uma mão. Um minuto depois, o goleiro do Genoa acabou defendendo outra chance de Vlahovic. Mais uma chance não aproveitada aos 77 minutos. Álvaro Morata, que havia substituído Vlahovic, deixou a bola passar para o encontro de Kean, que chutou de uma excelente posição. Outro substituto, Marley Aké também se envolveu imediatamente no jogo e parecia ter ganho um pênalti para a Juve. No entanto, após consultar o VAR, o árbitro anulou sua decisão. Isso deixou o Genoa na disputa e, a quatro minutos para o final, Albert Gudmundsson marcou o empate. Com o apoio da torcida da casa, o Grifone empurrou e a Juve deu a chance deles assumirem a liderança, quando Adrien Rabiot cedeu a posse de bola dentro da própria área. De alguma forma, Nadiem Amiri não conseguiu aproveitar. Ainda mais incrível, Moise Kean com o gol aberto não conseguiu desviar a bola para o gol vazio aos 94 minutos, quando a Juve tentou no contra-ataque. Em seguida, o drama de última hora com o Genoa recebendo um pênalti. Domenico Criscito guardou e deu ao Genoa os três pontos.

GENOA 2-1 JUVENTUS (HT: 0-0)

Gols: 48' Dybala (J), 87' Gudmunsson (G), 90'+6 Criscito pen. (G)

GENOA

Sirigu; Hefti, Ostigard, Bani, Criscito; Galdames (45' Frendrup), Badelj; Amiri, Melegoni (59' Ekuban), Portanova (58' Yeboah); Destro (68' Gudmundsson).

Reservas não usados: Semper, Vodisek, Masiello, Vasquez, Ghiglione, Hernani, Cambiasso, Rovella.

Técnico: Blessin.

JUVENTUS

Szczesny; Cuadrado (60' Alex Sandro), Bonucci, Rugani, De Sciglio; Miretti (74' Bernardeschi), Arthur (60' Zakaria), Rabiot; Dybala (80' Aké); Vlahovic (74' Morata), Kean.

Reservas não usados: Perin, Pinsoglio, Chiellini, de Ligt.

Técnico: Allegri.

ÁRBITRO: Sozza

ASSISTENTES: Ranghetti, Vivenzi

QUARTO ÁRBITRO: Sacchi

VAR: Abisso, Di Iorio

CARTÕES: 29' Dybala, 34' Rugani, 43' Melegoni, 44' Arthur, 78' Badelj

Itens relacionados