Match Chelsea Juventus 23 novembre 2021

Vitória dos Blues em Londres

SHARE
Vitória dos Blues em Londres
Vitória dos Blues em Londres
Vitória dos Blues em Londres

O Chelsea, líder da Premier League, derrotou a Juventus pelo placar de 4-0, nesta terça-feira (23), em Stamford Bridge. Com o resultado, válido pela 5ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, ambas as equipes estão empatadas na liderança do Grupo H, com 12 pontos.

Os anfitriões se mostraram preparados para o desafio desde o apito inicial, ditando o ritmo do jogo e tendo maior posse de bola, enquanto procuravam aplicar pressão sobre a defesa Bianconeri.

A primeira oportunidade clara do jogo veio logo aos dez minutos, a partir de um escanteio cobrado por Reece James, com um cabeceio perigoso de Trevoh Chalobah passando ao lado do gol.

Após falta próxima ao lado esquerdo da grande área, James estava mais uma vez envolvido na jogada, mas em vez do esperado cruzamento, ele tentou a cobrança direta, obrigando Wojciech Szczesny a mergulhar para impedir o gol do jogador da seleção inglesa.

Dois minutos depois, os Blues abriram o placar na sequência de outro lance de bola parada. Desta vez, Chalobah finalizou à queima-roupa, após a bola desviar em Antonio Rudiger.

Os Bianconeri quase reagiram imediatamente, após Alvaro Morata tentar encobrir de forma inteligente o goleiro Edouard Mendy. Thiago Silva, entretanto, impediu o gol certo do espanhol ao afastar a bola em cima da linha.

O Chelsea manteve o ritmo acelerado de jogo, indo ao ataque com velocidade após cada bola recuperada. James continuou causando problemas para a defesa da Juve, forçando Szczesny a operar outra boa defesa em um forte chute cruzado pelo lado direito do ataque.

Os Bianconeri terminaram a primeira etapa com ímpeto e quase conseguiram igualar o marcador pouco antes do intervalo. Após roubada de bola na intermediária, Rodrigo Bentancur tentou uma finalização colocada de longe, mas a bola passou cima do gol defendido por Mendy.

O Chelsea aumentou a sua vantagem logo aos dez minutos da segunda etapa, quando James, desmarcado, dominou no peito antes de bater forte com o pé direito, em mais uma finalização cruzada do lateral-direito.

O Blues, então, chegaram ao terceiro apenas dois minutos depois. O gol foi resultado de uma troca de bola paciente, finalizada após sequência de dribles de Ruben Loftus-Cheek, que passou para Hudson-Odoi ampliar.

Apesar de uma série de alterações, incluindo a entrada do jovem talento Koni De Winter, que fez sua estreia pela equipe profissional, a Juventus não conseguiu furar a resiliente defesa do Chelsea, que foi capaz de controlar os últimos minutos do jogo.

O Chelsea continuava a ameaçar e quase marcou o quarto em lance no qual Timo Werner rolou a bola para Hakim Ziyech, que finalizou rasteiro com a esquerda, fazendo Szczesny se esticar todo para defender. A dupla iria inverter as funções nos acréscimos, com Ziyech cruzando para Werner apenas empurrar para as redes, marcando o quarto gol no último lance do duelo.

Após o apito final, o placar indicava 4-0 para os donos da casa, que empataram com a Juventus na liderança do Grupo H, com 12 pontos, faltando uma partida para o fim da fase de grupos da competição.

CHELSEA 4–0 JUVENTUS (Intervalo 1-0)

Gols: Chalobah 25’, James 56’, Hudson-Odoi 58’, Werner 90+5’ (C)

JUVENTUS

Escalação: Szczesny, de Ligt, Cuadrado (De Winter 81’), Alex Sandro, Bonucci, McKennie, Rabiot, Locatelli (Arthur 67’), Bentancur (Dybala 59’), Morata (Kean 67’), Chiesa (Kulusevski 80’)

Reservas não utilizados: Perin, Pinsoglio, Rugani.

CHELSEA

Escalação: Mendy, Chalobah, Thiago Silva, Rudiger, James, Kante (Loftus-Cheek 37’), Jorginho (Saul Niguez 76’), Chilwell (Azpilicueta 71’), Ziyech, Pulisic (Werner 72’), Hudson-Odoi (Mount 76’)

Reservas não utilizados: Kepa, Bettinelli, Alonso, Christensen, Lukaku, Barkley, Sarr.

Itens relacionados