Match Zenit Juventus 20 ottobre 2021

Três pontos conquistados na Rússia na base da luta

SHARE
Três pontos conquistados na Rússia na base da luta
Três pontos conquistados na Rússia na base da luta
Três pontos conquistados na Rússia na base da luta

A Juventus segue com sua campanha perfeita na Europa. A Velha Senhora derrotou o Zenit St Petersburg, pela fase de grupos da UEFA Champions League, por 1 x 0 fora de casa, assumindo a liderança do grupo e somando três vitórias em três jogos.

NÃO PASSA NADA

Foi uma partida acirrada desde o início, com o Zenit pressionando alto no campo, mas os jogadores da Juventus conseguiram manter a posse de bola e defender bem contra os adversários.

Ambos os times não cederam, se mantendo compactos e sendo pacientes. Aos 18 minutos, a primeira oportunidade do jogo foi criada: após um erro de Federico Bernardeschi, Claudinho finalizou de longe e Wojciech Szczesny fez uma defesa importante, com Matthijs De Ligt afastando o perigo.

O aniversariante Mattia De Sciglio voltou a impressionar, mantendo a calma sob pressão e fazendo interceptações vitais no meio-campo.

CHIESA QUASE MARCA

O perigoso Federico Chiesa era acompanhado de perto pela defesa adversária. Quando ele conseguiu passar pelos zagueiros, outro defensor bloqueou sua finalização. Ele, então, tentou por duas vezes, sem acertar o alvo.

Szczesny estava atento para qualquer perigo do Zenit, enquanto o goleiro Stanislav Kritsyuk estava bem protegido por sua defesa.

Aos 50 minutos, uma oportunidade de ouro para os Bianconeri: passe perfeito de Alvaro Morata para Weston McKennie parar no goleiro.

A defesa da Juventus recebeu outro susto de Claudinho, com o brasileiro finalizando rasteiro para fora.

KULU DECIDE

Uma alteração tripla nos 15 minutos da etapa final colocaram Arthur, Juan Cuadrado e Dejan Kulusevski em campo. O brasileiro encontrou boa bola no colombiano, mas o lateral não conseguiu criar uma chance real.

O Zenit buscou uma enxurrada de ataques, mas a defesa dos Bianconeri se manteve firme, resistindo.

Morata e McKennie ficaram perto de marcar novamente, mas a sorte não sorriu para os jogadores da Velha Senhora.

No final, foi o sueco que foi decisivo para a Juventus. Leonardo Bonucci encontrou De Sciglio na esquerda, e o lateral levantou a bola perfeita para Kulusevski dar a vantagem aos visitantes a apenas quatro minutos do fim.

Empurrado pela torcida, o Zenit deu o melhor para buscar o empate nos momentos finais, mas foram os Bianconeri que conquistaram o 1 x 0 e, mais importante, três valiosos pontos que os colocam no topo da classificação do grupo.

ZENIT ST PETERSBURGO 0 x 1 JUVENTUS

GOLS: 86 Kulusevski

JUVENTUS

Szczesny, De Sciglio, de Ligt, Alex Sandro (Cuadrado 58'), Bonucci, McKennie, Bernardeschi (Kulusevski 58'), Locatelli (Arthur 58'), Bentancur (Ramsey 84'), Chiesa, Morata (Kean 76').

Reservas: Pinsoglio, Perin, Chiellini, Danilo,Rugani.

ZENIT

Kritsyuk, Lovren, Chsitiakov, Rakitskyy, Douglas Santos, Karavaev (Azmoun 61'), Barrios, Wendel, Malcom (Kuzyaev, 69'), Dzubya (Sutormin 61'), Claudinho.

Reservas: Kerzhakov, Byazrov, Krugovoi, Azmoun, Mostovoy, Erokhin, Kravtsov, Kuznetsov, Khotulev.

Itens relacionados